Ruínas

ruinas_da_heloo

Então aquele homem
bate à porta

Em silêncio,
traz o que jazia

O corpo
envolto nu
pano e pedaços

Ali,
senti o cheiro da morte

Sinto.

Nas infinitas formas de mim
forma da pedra

era a chance de ser livre

——————————–

Imagem: Estudo de tela /// por Meno, entre 1980-1990..

Heloiza Abdalla

É poeta. Publica em 2015 seu primeiro livro – Ana Flor da Água da Terra –, pela Editora Iluminuras.