Titulo Autor      





  Psicanálise
IDÉIAS DE LACAN
Oscar Cesarotto (Org.)

DADOS TÉCNICOS:
14X21cm | 208 páginas
ISBN: ISBN: 978-85-7321-488-8

Situação:Normal



Na sua singularidade, cada nova edição do presente volume comprova a sua vigência, testemunhando, ao mesmo tempo, avanços nos estudos da obra de Jacques Lacan no Brasil. Suas páginas recolhem os trabalhos de vinte & um psicanalistas, mais um poeta, reunidos numa empreitada intelectual inédita até então; dedicados a explicar, parafrasear & elucidar os ditados, axiomas & aforismos lacanianos. Não há relação sexual, A Mulher não existe, O inconsciente está estruturado como uma linguagem, A psicoterapia conduz ao pior, são algumas das afirmações canônicas, embora bombásticas, tantas vezes repetidas como chavões & mantras institucionalizados, fora de contexto & sem nenhuma precisão.

Aqui & agora, na exata medida da importância que merecem, cada uma delas é destacada & comentada para mostrar, na pluralidade de sentidos das leituras possíveis, as linhas mestras de um sistema de pensamento. O ensino de Lacan, fundamental no panorama atual da psicanálise, fica enriquecido com esta contribuição ímpar, pela consistência & fertilidade das ideias em jogo.

O compromisso com a transmissão da teoria & da prática inaugurada por Freud inclui todos os analistas que, por sua vez, se agrupam em função das suas transferências. No caso dos participantes deste livro, o esforço conjunto endossa a solidez das raízes da associação Livre.

Ao longo de três décadas, de viva voz ou no deslizar da pena, a presença de Jacques Lacan marcou épocas, exigindo do seu público, os psicanalistas, o exercício ininterrupto de uma lucidez implacável.Mas eles não eram os únicos destinatários das suas palavras, sempre prontas para acordar os dorminhocos e os conformados. A qualquer um poderia lhe dizer respeito, desde que admitisse um saber em ato que o colocasse em causa.

Frutos de uma verve ímpar, sua lábia e seu carisma fizeram escola, pela inteligência das suas afirmações. A ênfase de suas ideias, proferidas em alto e bom-tom, levaram a psicanálise para além de territórios nunca antes trilhados, questionando mentalidades e potencializando a ciência do inconsciente.Seus axiomas, formulados com todas as letras, mais de uma vez atingiram o domínio público, circulando de boca em boca na celebração das suas colocações magistrais.

Contudo, a popularidade tem um preço e fica a impressão, por momentos, que alguns dos seus dizeres terminaram virando clichês, trivializados pela repetição indiscriminada.O intuito deste livro avança na direção oposta. As frases e assertivas de Lacan são aqui comentadas em destaque, situadas no contexto dos seminários e escritos de origem, e explicitadas cabalmente, na tentativa de restituir seu poder argumental.

Essa tarefa é desempenhada por um conjunto de analistas eminentes, acostumados a desbravar os meandros barrocos do texto lacaniano, fazendo uso de uma erudição à altura, eficaz na medida em que consegue não ser empolada nem supérflua.

Parafraseando um conhecido chavão, “é necessário manter o rigor, pero sin perder la ternura”.Por essa razão, bem-vinda seja a presente publicação, destinada a pôr os pingos nos is: nem banalização do discurso, nem hermetismo da significação. A favor, sim, de acabar com alguns dos preconceitos sobre a leitura da obra de Lacan.

Ricardo Scavino

OSCAR CESAROTTO – Psicanalista. Doutor em Comunicação & Semiótica. Coordenador do curso Semiótica Psicanalítica – Clínica da cultura (PUC/COGEAE). Autor de Um affair freudiano (1989); Jacques Lacan – Uma biografia intelectual (1993), com Márcio Peter de Souza Leite; organizador de Ideias de Lacan (1995); No olho do Outro (1996); Contra natura (1999); autor de Tango malandro (2003); O verão da lata (2006); Sedições (2008), todos pela editora Iluminuras.

Noticias Relacionadas
Outros Titulos


EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161