Titulo Autor      





  Literatura Brasileira/Portuguesa
BR INFINITA
Robson Corrêa de Araújo

DADOS TÉCNICOS:
14X21cm | 96 páginas
ISBN: 978-85-7321-291-4

Situação:Venda



Um texto guia para a BR INFINITA se faz necessário: siga a trilha das formigas, diz o primeiro capítulo, impondo o ritmo do romance. Então caro leitor, a trilha das letrinhas das palavrinhas deve ser seguida, mas como formigas que às vezes parecem loucas quando perdem sua carga ou quando são obstruídas no seu ir e vir, sempre voltando e encontrando o caminho do formigueiro.

Aqui também nada é de graça, todos os erros fazem parte do percurso, assim como os acertos, mantenha-se na estrada com todos os seus pertences, não vamos parar no acostamento, esta BR nem tem área de escape.

O rock já é romântico e não saberíamos dizer o q vai rolar se pedras ou ar nos pneu cheios. Um hipertexto? – Talvez um hipopótamo ligando o seu ventilador!

Percorrer cada traço da estrada é a meta de quem quer saber do percurso, a câmera é lenta, esqueça as regras, mesmo esta, aqui a ligação é direta e cada signo um fotograma pra você leitor, colocar seu punctum, trazer suas coisas e somar com o piloto, que tem plano de dirigir e conversar até o final, sempre ouvindo dentro e fora do espaço-nave, sim, pode intervir do jeito que quiser a viagem não é a saída, tão pouco a chegada, mas a condução dentro do percurso enquanto rodar, a vertigem deste deslizar, olhe a paisagem se medo, sobreponha, não me deixe dormir, vou te levar para um porto seguro no final, não fique ansioso com a minha tocada, não vamos bater nem ficar sem combustível.

Veja! – Ela serpenteia para cima e para baixo!

Sente-se bem, respire com o abdômen, a marca dos pneumáticos no asfalto preto vai ser só um chiado gostoso de ouvir e filtrar, e depois de marcados as imagens vão conduzir (piloto automático) a trajetória da viagem. Boa Viagem!

O fotógrafo e escritor Robson Corrêa Araújo vive e trabalha em Brasília.Dentre as exposições de suas obras fotográficas destacam-se “Traços”, no Espaço Cultural Renato Russo, em 2001; “ Idéias Circulares”, no Salão Negro do Congresso, em 2002; e uma homenagem aos cem anos de Oscar Niemeyer que circulou em diversos espaços da capital federal, em 2007.

É autor dos livros de poesias Azul no Branco, Curtas e Y Semiótico. Participou com fotografias do livro Grito interrompido, da editora Fresta.

Noticias Relacionadas
Outros Titulos


EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161