Titulo Autor      





  Depoimentos/Biografias/Reportagem
DAQUILO QUE EU SEI - Tancredo e a transição democrática
Fernando Lyra

DADOS TÉCNICOS:
16X23cm | 310 páginas
ISBN: 978-85-7321-299-0

Situação:Normal



No Brasil, costumamos considerar vitoriosos os que vencem eleições. Perdemos a capacidade de só dar este título aos que mudam o país conforme os rumos que defende.

Fernando ganhou muitas eleições, mas ele é vitorioso porque venceu a luta pela derrubada de um regime que parecia sólido, permanente. Ele foi vitorioso no dia da vitória de outro, quando Tancredo Neves passou dos cinqüenta por cento dos votos necessários para ser presidente, e o regime militar terminou.

A grande vitória de um político não é quando obtém votos, mas quando consegue mudar a realidade, conforme os objetivos, para fazer seu país mais próximo dos sonhos de seu povo. Fernando mudou a realidade brasileira da ditadura para a democracia. Usando sua energia, sua visão, sua persistência e coragem, todas suas qualidades de político, de cidadão, de brasileiro. Com sua vitória, Fernando pode se vangloriar de ter um lugar onde poucos políticos brasileiros têm: na história de seu país.

Sempre que se escrever a história brasileira, especialmente o período em que o Brasil sai da ditadura e entra na democracia, o nome de Fernando Lyra estará nos livros, não vai estar apenas como um dos conquistadores da democracia, ainda mais, como construtor da democracia, A morte de Tancredo levou à deserença na possibilidade de, além da derrubada do Mal, termos a construção do Bem.

Escolhido por Tancredo e mantido por Sarney para ser o ministro da justiça, Fernando teve a oportunidade de ser um dos construtores da nova ordem.

E teve um papel fundamental. A juventude de hoje vê a política como um antro de jogo sujo, sem princípios e sem objetivos maiores do que os interesses eleitorais de cada político. Nem vê qualquer relação entre Política e Causa.

A Política sem uma Causa é como o sexo sem amor, pode até ser divertido e remunerar, mas não deixa marca, não faz história, não dá romance.

Fernando fez política com paixão, porque tem uma causa, e mesmo sem mandato, continua. Por isto, é exemplo de militante.

CRISTOVAM BUARQUE

Fernando Lyra iniciou sua carreira política no ano de 1966, elegendo-se deputado estadual em Pernambuco.

Em 1971, como deputado federal, fundou o Grupo Autêntico do então Movimento Democrático Brasileiro – MDB e participou intensamente da abertura política do País.

No Congresso Nacional, coordenou a candidatura de Tancredo Neves à presidência da República. Foi ministro da justiça e membro da Comissão de Sistematização da Assembléia Nacional Constituinte.

Em 2003, assumiu a presidência da Fundação Joaquim Nabuco – Fundaj.

“aprendi a construir no dia-a-dia um dia diferente do outro, Cada dia um dia especial é único.

Uma ação necessariamente transformava outra, traço impeditivo de rotinas e planejamentos a longo prazo, e assim a minha estrada foi construída sem mapas, nem guias, nem calendários .”

FERNANDO LYRA

Assista a entrevista de Fernando Lyra no Jô Soares - dia 29/05/2009
Noticias Relacionadas
Outros Titulos


EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161