Titulo Autor      





  Crítica/Teoria Literária
Bergson e Proust - Sobre a representação da passagem do tempo
Estela Sahm

DADOS TÉCNICOS:
14X21cm | 96 páginas
ISBN: 978-85-7321-334-8

Situação:Normal



“... assim, o confronto entre a obra filosófica de Bergson e o romance de Proust será atravessado por aquilo que julgamos ser um dos pontos cruciais do longo embate entre o discurso conceitual e o discurso metafórico, a saber, em que medida a própria linguagem, na origem da nomeação das “coisas do mundo”, é responsável pelo entrelaçamento destes dois discursos que se querem distintos, mas que se encontram de alguma forma ancorados, um ao outro.

O recurso à expressão de pensamento que a linguagem nos oferece revela, sobretudo sob a forma das metáforas, o complexo e intrincado processo de ‘tradução’, de deslocamento e de trânsito de sentidos que se opera por meio de nossas capacidades de percepção, imaginação e memória, na construção de conhecimento.”

O livro que o leitor tem em mãos é uma peça delicada, fruto de um artesanato hábil e sutil. A autora trilhou um caminho difícil, transitando entre duas armadilhas: primeiramente, teve de evitar que a relação entre filosofia e literatura se transformasse numa compreensão teórica da obra de arte; em segundo lugar, teve de superar a tentação de reduzir a percepção singular do escritor à descrição objetiva do filósofo.

A dificuldade deriva de que, entre as duas extrapolações, a originalidade do escritor também produz conhecimento, e a objetividade do filósofo não deixa de ser penetrada por uma poética que ele vê nas coisas.

Assim, embora separados, se comunicam pela mediação da autonomia presente em cada um. E a autora logrou entender que, especialmente entre Proust e Bergson, esta vizinhança peculiar é particularmente importante porque enseja uma comparação que nos leva a entender melhor cada um em si mesmo. Mas para isso é necessário que a sensibilidade esteja presente na apreensão da filosofia e que a reflexão se faça instrumento da leitura do romance, ambas na medida precisa que somente a intuição pode proporcionar.

Estela Sahm chegou a este resultado por via de um trabalho árduo e profundo, traduzido numa expressão simples e clara.

Com isso a autora mostra como a filosofia e a literatura nos conduzem à participação no enigma do tempo em sua revelação infinita, e esta compreensão de uma verdade sempre em vias de realização torna a existência mais humana e mais autêntica.

FRANKLIN LEOPOLDO E SILVA

ESTELA SAHM nasceu em 1955, em São Paulo. Formou-se em arquitetura, e desde o final do curso seu interesse pelas questões que envolvem a memória foram despertados: seu trabalho de conclusão versou sobre a memória do espaço.

Estudos de pós-graduação em filosofia (Nanterre), aos quais se seguiram alguns anos de cursos livres nas áreas de filosofia e artes plásticas.

A criação do AS studio (espaço de reflexão sobre o desenho como instrumento de raciocínio na criação artística) e a produção de seus próprios desenhos seriam alguns dos rastros de uma trajetória que resultou neste livro.

Noticias Relacionadas
Outros Titulos


EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161