Titulo Autor      





  Infantojuvenil
Últimos flibusteiros, Os
Emilio Salgari
Tradução: Maiza Rocha

DADOS TÉCNICOS:
16X23cm | 312 páginas
ISBN: 978-85-7321-352-2

Situação:Normal



Com Os Últimos Flibusteiros chega ao fim o ciclo dos Piratas das Antilhas. Difícil acreditar que somos obrigados a nos despedir – já com saudade – de personagens inesquecíveis como Emilio di Roccabruna, o terrível Corsário Negro, e de seus companheiros fiéis, valorosos e tantas vezes engraçadíssimos: Carmaux, Wan Stiller e o gigantesco negro, Moko, além de Morgan, seu indispensável lugar-tenente, ou ainda dos inseparáveis Don Barrejo e Mendoza, que com eterno bom humor e uma veia cômica deliciosa prestaram serviços inestimáveis ao Filho do Corsário Vermelho e à sua irmã, a condessa de Ventimiglia.

Também deixam saudade e admiração as figuras de mulheres fortes, como Honorata, que sobrevivendo ao castigo imposto pelo homem amado acaba sendo coroada Rainha dos Caraíbas; Iolanda, a Filha do Corsário Negro, que volta a Maracaíbo para reclamar a herança materna e participa ativa e decisivamente das ações Flibusteiras; e Inês, filha do Corsário Vermelho e herdeira da grande fortuna do avô, o Grande Cacique de Darién.

Contudo, a coragem e a ousadia dos Irmãos da Costa, que durante tantos anos partiram da Tortuga para fazer tremer e chorar os espanhóis, as paisagens selvagens do Golfo do México e depois do Oceano Pacífico, com suas onças, jacarés, vampiros, aranhas monstruosas, pântanos e areias movediças, tempestades e furacões em terra e mar, certamente ficarão guardadas na memória e no coração de todos aqueles que acompanharam essas aventuras desde o primeiro volume.

Morgan, o antigo lugar-tenente e sucessor do Corsário Negro nas ações da flibustaria, informa ao conde de Ventimiglia de que, além dele, o Corsário Vermelho deixara também uma filha, Inês. Neta e herdeira das fabulosas riquezas do Grande Cacique de Darién, ela se encontra refém do marquês de Montelimar, o aristocrata responsável pelo enforcamento de seu pai.

O conde de Ventimiglia organiza então uma expedição que se desloca até o Oceano Pacífico para resgatar a meia-irmã das garras do terrível marquês.

Contando com a ajuda de Mendoza, o basco, Don Barrejo, o gascão, e Botafogo, um antigo bucaneiro, o filho do Corsário Vermelho enfrentará espanhóis, indígenas, animais selvagens, tempestades e todo o tipo de perigo nas florestas da América Central, até que finalmente resgata a sua meia-irmã e parte com ela para a Europa.

Mas eis que um mensageiro da tribo do Cacique vai procurá-los para informar sobre a morte do velho Cacique e a herança que espera pela condessa em Darién.

Sob a proteção do antigo flibusteiro, Mendoza, e de Botafogo, o bucaneiro, o conde de Ventimiglia envia a jovem de volta ao Panamá, onde ela cai novamente nas garras do ganancioso marquês de Montelimar, que não vê a hora de pôr as mãos no tesouro do falecido Cacique.

Mendoza procura Don Barrejo, agora casado com uma bela castelhana e proprietário de uma próspera e bem abastecida taberna. Juntos, e sem perder o humor delicioso que é a característica dos nossos heróis, eles partem em busca dos últimos flibusteiros, que há alguns anos estão inativos e refugiados em uma ilha do Pacífico.

Começa assim, uma nova e emocionante aventura, durante a qual eles serão obrigados a enfrentar os espanhóis do marquês, canibais, onças, pumas, jacarés e a inclemência das tempestades da América Central, com o objetivo de apresentar a jovem herdeira à tribo do avô, para que ela tome posse da riqueza fabulosa que lhe pertence por direito.

Noticias Relacionadas
Outros Titulos


EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161