Titulo Autor      





  cinema
Cinemas transversais
Patrícia Moran

DADOS TÉCNICOS:
15,5x22,5x1cm | 216 páginas
ISBN: 978-85-7321-489-5

Situação:Normal

R$53,00

Cinemas transversais reúne autores e debates sobre formas expressivas contemporâneas como performances audiovisuais, microcinema, cinema móvel, projeções no espaço público e ainda o canônico cinema da sala escura. O heterodoxo corpo de experiências propõe arqueologias entre meios como a fotografia, as artes visuais, o cinema de artista, a artemídia e as partituras dos compositores Jonh Cage, Cornelius Cardew e Iannis Xenakis, em artigos de Arlindo Machado, André Parente, Kátia Maciel, Ana Carvalho, Cornelia Lund e Valentina Monteiro.

Mary Ann Doane, pesquisadora internacionalmente reconhecida e pouco traduzida no Brasil, toma a escala do Imax aos smartphones como ponto de partida para pensar o esvaziamento da imagem por sua mercantilização e a resistência em projetos como a poética instalação de Jim Campbell cuja visibilidade é dada pela respiração e batimento cardíaco do artista. Esther Hamburger também investe na dimensão política da imagem, ao analisar a participação dos meios de produção e distribuição audiovisual domésticos, nas manifestações de junho de 2013 em São Paulo.

A última parte deste volume dedica-se à Performance Audiovisual com entrevistas dos realizadores Alexandre Rangel (VJ Xorume), Caio Fazolin, Henrique Roscoe (VJ 1mpar), Almir Almas e convidados e o coletivo Embol+A8:AG11ex sobre seus processos de criação. Com curadoria de Patrícia Moran e VJ Spetto esses artistas e pesquisadores se apresentaram em São Paulo. Mia Makela, pioneira na reflexão e realização de Cinema ao Vivo, parte de Andrei Tarkovski para apresentar seu processo criativo e discutir o cinema contemporâneo. O ator, diretor e pesquisador de performance audiovisual e artes cênicas Steve Dixon discute sua trajetória com Rubens Rewald, que como Dixon é ator, diretor, e pesquisador.

Marcus Bastos avalia criticamente as apresentações, localizando historicamente a estratégias discursivas e escolhas estilísticas dos realizadores. Em “A síntese de uma cena” Bastos recupera a ainda pequena literatura sobre experiências de performances audiovisuais ao vivo A1:AF2 a situação brasileira à internacional. Com esse espectro amplo de autores e abordagens, Cinemas transversais provoca a reflexão sobre um campo que se debate em busca de redefinir fronteiras — entre formas e temporalidades artísticas que de alguma maneira recorrem às imagens e sons.

Noticias Relacionadas
Outros Titulos


EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161