Titulo Autor      


  noticias


segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Ignorada por décadas, obra de H.P.Lovecraft renasce com novas edições no Brasil

Povoados por criaturas monstruosas, romances e contos do autor americano inspira trabalho de artistas e filósofos contemporâneos

RIO — Um mundo de monstros de proporções gigantescas com tentáculos saindo da cabeça e milhões de anos de idade. Um mundo totalmente distante do que chamamos de humano, com seres que não podem ser classificados como animais ou vegetais, nem mesmo se pode assegurar se estão vivos ou mortos. Um mundo com gosmas pegajosas, vapores malignos, odores repulsivos, mortes gratuitas. O horror mais repulsivo escorrendo a cada página. Após um longo período de negação da crítica mais intelectualizada, este mundo criado pelo escritor americano Howard Phillips Lovecraft (1890-1937), que tem uma série de livros relançados agora pela editora Iluminuras, transformou-se em inspiração para um grupo de filósofos de vanguarda.

— Somente deuses estranhos podem nos salvar agora — defende, bem-humorado, o filósofo americano Graham Harman, um dos fundadores do movimento chamado de “realismo especulativo” e autor de um livro sobre Lovecraft chamado “Weird realism” (“Estranho realismo”, em tradução livre, inédito no Brasil).

Na obra, Harman argumenta que Lovecraft é uma espécie de Hölderlin da nova geração de pensadores, fazendo referência ao poeta alemão que teve forte influência sobre Martin Heidegger. Segundo Harman, os “deuses estranhos” que “podem nos salvar” devem ser entendidos de maneira ampla, como aquilo que dá uma “alma” às coisas, dá uma estrutura à vida.

— Se não tivermos essa estranheza, tudo o que temos são tentativas de nomear os objetos como se fossem uma lista de qualidades comprovadas. Mas um objeto não é somente uma lista de qualidades, é algo além dessas qualidades. Lovecraft sabia disso melhor que ninguém, tanto que sempre nos lembrava que as descrições de seus narradores eram inadequadas.



EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161