Titulo Autor      


  noticias


sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Peça pouco conhecida de Shakespeare aborda homoerotismo platônico

RESUMO Peça pouco conhecida de William Shakespeare, escrita em coautoria com John Fletcher, tem lançamento inédito no Brasil. Escrito no século 17, texto surpreende por sua atualidade, com temáticas como amores não realizados e homoerotismo, mostrando forte potencial para montagens teatrais contemporâneas.

*

Uma das peças menos conhecidas de Shakespeare ganha edição inédita no Brasil e tem tudo para mover os ânimos do público contemporâneo.

"Os Dois Primos Nobres" —uma tragicomédia em cinco atos breves— embaralha os limites do amor e da amizade, pondo em cena questões modernas sobre gênero, sexualidade e identidade social. Com uma trama sombria mas profundamente dinâmica, a peça apresenta momentos de dança, canto, duelo, troca de farpas e também alívio cômico, em cenas que vão do lirismo à loucura.

A obra tem como protagonistas Palamon e Arcite, primos e amigos de longa data, que lutam lado a lado contra o exército de Teseu na guerra entre Atenas e Tebas. Derrotados, os primos tebanos se tornam prisioneiros de guerra e, na solidão de suas celas, se resignam à sua nova condição, num diálogo que revela grande ternura entre os dois homens, carregada de um sutil erotismo.

Mas essa harmonia entre os primos será rapidamente quebrada quando Palamon anuncia seu amor por Emília —irmã de Hipólita, mulher de Teseu— a quem ele avista rapidamente por entre as grades da prisão. Em resposta, Arcite, cujos sentimentos por Palamon parecem transcender a amizade, declara-se também apaixonado pela mesma mulher, disparando uma inesperada rivalidade entre os primos, que terminará em tragédia.

Certamente, é de se comemorar a publicação da primeira edição brasileira de "Os Dois Primos Nobres" [Iluminuras, 200 págs., R$ 53], com tradução e notas de José Roberto O'Shea. O prefácio é de Marlene Soares dos Santos, autora de diversos estudos sobre a obra shakespeariana, que define a peça, provavelmente escrita entre 1613 e 1614, como "plena de peculiaridades".

Para começar, o texto não integra nenhuma das primeiras grandes coletâneas das obras de Shakespeare publicadas ao longo do século 17, a começar com o "Primeiro Fólio", de 1623. De fato, "The Two Noble Kinsmen", seu título original em inglês, foi registrada e publicada pela primeira vez em 1634.



EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161