Titulo Autor      


  noticias


sexta-feira, 5 de outubro de 2018

A VIDA PELA BOLA”, DE LUIZ GUILHERME PIVA

Fonte: Diário do Comércio

ROGÉRIO FARIA TAVARES*

Em uma semana o Brasil celebra o Dia das Crianças. Foi também num 12 de outubro que nasceu, há 95 anos, o escritor Fernando Sabino, mineiro de Belo Horizonte. Nenhuma data poderia ajustar-se melhor a quem um dia cunhou o próprio epitáfio: “Aqui jaz Fernando Sabino. Nasceu homem, morreu menino”, verdade comprovada por sua obra literária, que contém títulos inesquecíveis como “O menino no espelho” e “A vitória da infância”, esta, uma reunião de vinte e nove textos sobre o assunto.

Tema clássico da literatura universal, a infância não inspirou apenas o autor de “O grande mentecapto”. Diversos foram os autores brasileiros que, ao longo do tempo, se dedicaram à matéria. Para ficar apenas nos dedos de uma mão, de imediato me vêm à mente os nomes de Graciliano Ramos (e o seu “Infância”), Guimarães Rosa (com “Manuelzão e Miguilim”), Otto Lara Resende (e “Boca do Inferno”), e dos contemporâneos João Anzanello Carrascoza (e “Aos 7 e aos 40”) e Luiz Guilherme Piva, sobre quem falarei hoje, mais detidamente.

Nascido em Ubá, terra de Ary Barroso, em 1962, Piva formou-se em economia e fez mestrado e doutorado em Ciência Política, área na qual publicou dois livros importantes: “Ladrilhadores e semeadores: a modernização brasileira no pensamento político de Oliveira Vianna, Sérgio Buarque de Holanda, Azevedo Amaral e Nestor Duarte (1920- 1940)” e “A miséria da economia e da política”.



EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161