Titulo Autor      


  noticias


terça-feira, 15 de setembro de 2009

Quem tem medo de James Joyce?

Em níveis de leitura distintos, a estudiosa Dirce Waltrick do Amarante e a escritora Noga Lubicz Sklar procuram desvendar parte do mistério que é o escritor irlandês James Joyce e sua obraJames Joyce (1882 - 1941) é um dos bichos-papões da literatura modernista. Assim como acontece com Marcel Proust e seu "Em busca do tempo perdido", os leitores pensam duas, três, quatro vezes, antes de tomar um Joyce nas mãos e mergulhar em suas páginas. Nesse excesso de prudência, a maioria se acovarda de vez ou desiste nos primeiros instantes.Desistir de Joyce é abrir mão de um dos grandes prazeres que a língua inglesa pode proporcionar. O irlandês é daqueles autores que fazem valer o esforço de aprender outra língua para ler "no original". Claro que o temor que se sente diante de Joyce não é de todo infundado. "Para ler Finnegans Wake de James Joyce", de Dirce Waltrick do Amarante, e "O gozo de Ulysses", de Noga Lubicz Sklar, mostram que o escritor não é autor de uma obra fácil. Entretanto, como as mesmas autoras concordariam, dificuldade não é a mesma coisa que impossibilidade.Lançados, coincidentemente na mesma época, os dois livros tratam justamente das obras mais "difíceis" de Joyce: a escritora Noga Lubicz Sklar ficou com a obra-prima "Ulysses" (1922); enquanto Dirce Waltrick do Amarante, uma das mais dedicadas estudiosas da obra joyceana no País, cuidou de "Finnegans Wake", texto final e o mais radical produzido pelo gênio irlandês, em 1939. As obras são bem distintas, e seus resultados também.



EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161