Titulo Autor      


  noticias


quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Os brasileiros fizeram a festa no Portugal

Nem o apagão geral da noite de ontem, 10/11, conseguiu apagar o brilho da festa de entrega do 7º Prêmio Portugal Telecom de Literatura, realizada na Casa Fasano, em São Paulo, que já se tornou a Casa Prêmio Portugal Telecom. Os “apostadores” de plantão foram surpreendidos pela ausência total de portugueses entre os vencedores, uma vez que Inês Pedrosa, José Luis Peixoto e Gonçalo Tavares estavam presentes e António Lobo Antunes era outro da terrinha entre os finalistas – além de uma delegação de oito jornalistas portugueses que vieram especialmente para a cobertura do Prêmio a convite da Portugal Telecom. Mas a seleção canarinho levou todos: Lourenço Mutarelli ficou em terceiro lugar com A arte de produzir efeito sem causa (Companhia das Letras, 216 pp., R$ 39,50) e recebeu R$ 15 mil; em segundo ficou João Gilberto Noll por Acenos e afagos (Record, 208 pp., R$ 32,90), com o prêmio de R$ 35 mil; e o grande vencedor da noite foi Nuno Ramos com Ó (Iluminuras, 289 pp., R$ 44), que engordou a conta bancária com R$ 100 mil. Após a entrega dos prêmios, o sommelier Manoel Beato conduziu uma deliciosa degustação de vinhos portugueses – do branco ao vinho do Porto – num ambiente descontraído onde convidados tietaram e os escritores curtiram a tietagem.


EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161