Titulo Autor      


  noticias


terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Popular e destemido

Clássico do italiano Emilio Salgari, "O Corsário Negro" demonstra que a subestimada prosa do autor popular resiste à erosão do tempo e das modas literárias

Emilio Salgari (1862 - 1911) escrevia muito e era amado por multidões de leitores, em sua maioria ainda jovens, ou adultos de classes populares. Este é o lado bom da história do escritor italiano. O lado ruim é que o mesmo Salgari era ignorado nos círculos literários e acadêmicos; foi saqueado por editores mais impiedosos que os piratas de sua ficção; morreu na miséria e ainda hoje não passou da porta de entrada do "cânone da boa literatura".

O centenário de morte deste autor, que deixou mais de uma centena de títulos antes de morrer, talvez sirva para chamar a crítica a uma avaliação mais séria e, inevitavelmente, ao divertimento. Salgari continua a ser lido, geração após geração, pelos jovens italianos. E é exatamente o público jovem que tem sido o alvo da editora Iluminuras, que desde 2008 se dedica à publicação dos livros mais famosos de Emilio Salgari.

O mais recente é "O Corsário Negro", de 1898. O sucesso do livro, quando de seu lançamento, foi tanto, que, nos 10 anos seguintes, o escritor publicou outros quatro romances com aventura do pirata.



EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161