Titulo Autor      


  noticias


quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

MARCELO COELHO Os deuses no exílio

FALAR DE religião tornou-se uma ocupação gravíssima nos últimos tempos, o que não é descabido. Mas um lançamento da editora Iluminuras, na coleção Pólen, traz uma brisa de humor e fantasia ao tema.

Trata-se de "Os Deuses no Exílio", que o poeta alemão Heinrich Heine (1797-1856) escreveu nos seus últimos anos de vida, em Paris.

Essa prosa levíssima, em que se trançam lendas medievais, comentários contemporâneos e personagens extravagantes, foi publicada primeiro em francês, na apropriada data de 1º abril de 1853; veio depois uma versão em alemão.

Os tradutores dão conta das duas versões, e o volume da Iluminuras inclui, além de dois excelentes ensaios críticos, textos de Théophile Gautier e Eça de Queiroz, inspirados na obra de Heine.

A "teoria" do poeta, ao mesmo tempo cômica e melancólica, perde um pouco se apresentada bruscamente, mas aqui vai. Os antigos deuses da Grécia, na verdade, existiram de fato. Vivem escondidos até hoje, nos mais variados disfarces e nas mais humildes ocupações.

Ao lado de uma cabra velhíssima e de uma águia depenada, Júpiter se arrasta caçando coelhos numa ilhota do mar do Norte. Marte, o deus da guerra, foi visto servindo como lansquenete nas tropas de um general alemão.



EDITORA ILUMINURAS - LTDA
Rua Inácio Pereira da Rocha, 389 Cep: 05432-011 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 3031-6161