Carrinho

Seu carrinho está vazio.

COMÉDIA INTELECTUAL DE PAUL VALÉRY, A

JOÃO ALEXANDRE BARBOSA

  • R$ 45,00

Entre as muitas contribuições de João Alexandre Barbosa à literatura e à crítica literária brasileiras, encontram-se os exímios ensaios sobre Paul Valéry, agora reunidos e organizados neste volume. Ensaios bastante diversos entre si, escritos em contextos também diversos, e que respondem, cada um a seu modo, às provocações suscitadas pela fineza das reflexões do escritor francês que João Cabral comparava, por sua precisão e elegância, ao lendário toureiro Manolete.

Ao lado das preciosas recriações em português de Augusto de Campos, os ensaios aqui compilados são responsáveis por uma significativa redescoberta de Valéry. Não mais como um simbolista tardio, passadista, mas de um Valéry tomado em sua dimensão mais fértil e densa, permeado de tensões e contradições. Isto é, o Valéry “dos lúcidos prazeres do pensamento e das secretas aventuras da ordem”, como queria Borges, ou o Valéry da “Comédia do Espírito”, como no feliz título desta coletânea.

Não por acaso os ensaios de João Alexandre Barbosa recriam, em um processo interno à própria estrutura ensaística, o terreno movediço onde se cristalizaram esses muitos “Valérys” e outras tantas personagens valerianas: desde o embate com a pureza da escritura mallarmaica, passando pelo silêncio produtivo dos cadernos (escritos diariamente por mais de 50 anos), e pelos ciclos M.Teste e Leonardo da Vinci (personagens levadas às ultimas consequências), tudo isso sem deixar de lado a fina prosa dos ensaios e o criativo uso da forma diálogo.

Outro grande mérito destes ensaios, como o leitor verá, é não se restringirem apenas à produção valeriana, mas iluminarem e serem iluminados por um universo de outros leitores, tão ao gosto da erudição de João Alexandre Barbosa, que vão de Borges a Octavio Paz, de Eliot e Joyce a Derrida e Calvino.

Como essa lista poderia ser prolongada quase infinitamente, termino esta orelha-homenagem como comecei, falando da importância destes ensaios sobre Valéry como uma contribuição à literatura brasileira. É que, com eles, João Alexandre Barbosa dá continuidade a um percurso de recepção que se inicia já em 1924, com Sérgio Buarque de Holanda, e que foi crescendo com Mário, Drummond, Cabral, Augusto, entre tantos outros, formando uma constelação de leitores-críticos de Valéry. Se é triste que fiquemos agora apenas com a luz destes ensaios, ao menos nos consola saber que nem por isso eles se tornam menos brilhantes.

 

Roberto Zular

 

Autor(a) João Alexandre Barbosa
Nº de páginas 160
ISBN 978-85-7321-253-2
Formato 16x23cm

Avaliações (0 comentários)

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
   Ruim           Bom
João Alexandre Barbosa Paul Valéry Estudo Crítica
  • R$ 45,00
Em até 3x sem juros
Comprar
Iluminuras © 2021 - CNPJ 58.122.318/0001-25