Carrinho

Seu carrinho está vazio.

O TRIUNFO DAS PAIXÕES

HAMILTON DOS SANTOS

  • R$ 98,00

A TEORIA SENTIMENTALISTA DE DAVID HUME: UMA FILOSOFIA PARA OS NOSSOS TEMPOS

 

Na era da visibilidade e do cancelamento, autor do clássico Tratado da Natureza Humana retorna para nos mostrar o peso das noções de reputação e simpatia na sociabilidade humana cada vez mais ameaçada pela imposição digital.

 

Um dos maiores filósofos da modernidade contestou o império da Razão nos campos do conhecimento e da moral, atribuindo às paixões, aos sentimentos, aos impulsos, o governo da vida social e da própria ideia de justiça. Trezentos anos depois, suas ideias continuam vivas e dialogam com uma realidade social com a qual ele mesmo sequer poderia sonhar: a nossa.

É o que Hamilton dos Santos nos mostra em seu livro “O triunfo das paixões: David Hume e as artimanhas da natureza humana”. Mais do que nunca, nossa moralidade, política, propaganda, empreendedorismo, além de grandes indústrias como o esporte, a moda e os espetáculos, têm como eixo central um discurso calcado em paixões — são a compaixão, o ódio, a empatia, o êxtase, a vergonha, o orgulho, que estão na base de nossos valores. Um filósofo que soube depreender das paixões as ideias de justiça e de harmonia social, portanto, continua imprescindível. O livro é ao mesmo tempo uma introdução em linguagem acessível a um dos pensadores mais influentes de toda a história e uma análise aprofundada de sua teoria das paixões, resultado de uma pesquisa original defendida como tese de doutoramento em Filosofia na Universidade de São Paulo.

Hamilton identifica, de maneira inédita, a centralidade da ideia de reputação no pensamento do escocês. A reputação é, ali, a forma geral das “opiniões que formamos acerca de nossos parentes, colegas e modelos, até a avaliação pública de uma marca, empresa ou representante político”; em suma, ela diz respeito “ao valor (positivo ou negativo) que algo ou alguém tem aos nossos olhos — seja no âmbito particular, seja no público”. Ora, se a reputação, conduzida sobretudo pelo princípio da simpatia, é o elo que conecta nossas paixões em uma dinâmica social, é ela também que deve estar na base de um conceito de justiça que emerja da complexidade das sociedades passionais. “Reside aí a coerência do método científico humiano”, dos Santos nos explica, “ele mostra o esforço sensível de encontrar o fundamento de uma natureza imaginada onde se enraízem, na experiência, ideias que somos capazes de inferir da [nossa] imperfeição: a constância, a harmonia, o equilíbrio, o bem geral”.

Jornalista, mestre e doutor em filosofia pela USP, Hamilton dos Santos é também diretor executivo da Aberje, a Associação Brasileira de Comunicação Empresarial. Especialista na gestão de reputação, agora coroa sua experiência profissional trazendo a público essa combinação de pesquisa acadêmica e generosidade intelectual. A obra é publicada pela Iluminuras, que se destaca no mercado editorial com livros dedicados à filosofia moderna. Afinal, como o autor observa, “é verdade que entre os especialistas — filósofos, sociólogos, historiadores, psicólogos  —, os últimos três séculos foram profícuos na criação de teorias que buscaram reformar nossos modos de autointerpretação, mas os pensamentos mais inventivos, de grande qualidade, costumam carregar um valor próprio, uma pertinência que não se apaga com o tempo”. 

Autor(a) Hamilton Dos Santos
Nº de páginas 228
ISBN 978-65-5519-215-5
Altura 15,5x22,5 cm

Avaliações (0 comentários)

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
   Ruim           Bom


Hamilton Dos Santos Ensaio Filosofia Ètica e moral Paixões Política Economia Religião
  • R$ 98,00
Em até 3x sem juros
Comprar
Iluminuras © 2024 - CNPJ 58.122.318/0001-25