Carrinho

Seu carrinho está vazio.

PEQUENO TRATADO DE BRINQUEDOS

WILSON BUENO

  • R$ 40,00

 

que amor mais escuro

choram árvores da noite

galhos contra muros

 

a saudade trama triste

três mil anos num segundo

 

 

Sorte minha que recebo essa poesia de primeira linha, em primeira mão. Nada acontecendo e, de repente, tankas. A primeira das poesias breves, no Japão.

No começo de tudo, Izanami e Izanagui, casal de deuses primordiais, também conhecidos como "aqueles que seduzem", que, ao se encontrarem pela primeira vez, disseram cinco versos num total de 31 sílabas. Esta passou a ser a forma da poesia do país de Wa, nome do Japão para os chineses, e por isso chamada waka. Ou tanka, quando outras formas poéticas surgiram, como o haicai, que é, na verdade, o primeiro terceto do tanka.

 Tanka, portanto, é o pai do haicai, além de ser a forma escolhida pelos pais da humanidade para seduzir um ao outro.

 Já o Bueno, não sei como arranja tempo para ser tantas coisas. Primeiro foi o Bolero's Bar, contos com sabor de blues. Súbito, os bichos-poesia de Manual de Zoofilia. Depois, uma novela Mar Paraguayo, em ritmo de guarânia para ser tocada/lida no ano 2000. Recentemente, o romance Cristal. Enquanto isso, e sempre, a poesia.

Agora, vem à tona do velho tanque de Bashô, com esses tankas saborosos. Mais uma vez pesquisando na antiguidade o que ela pode oferecer de mais moderno, mais uma vez lançando a tradição para o futuro.

E sempre numa nova linguagem, com humor, para nos livrar da solenidade das coisas; com amor, para que estejamos mais próximos delas.

Bueno é um tradutor de tradições para a linguagem da contemporaneidade.

Não importa em que língua. E é isso que um poeta deve ser. Não importa se em prosa ou em verso.

 Quanto ao tanka, me conformo a apenas falar de suas origens, já que, depois de ler os que aqui estão, desse pequeno tratado de brinquedos, não precisa dizer mais nada.

 Alice Ruiz S.

 

Wilson Bueno (Jaguapitā/PR, 1949) é autor de Bolero's Bar (Criar Edições, 1986), Manual de Zoofilia (Noa Noa, 1991), Ojos de Agua (El Territorio, 1991), Mar Paraguayo (lluminuras, 1992) e Cristal (Siciliano, 1995). Criou e dirigiu por oito anos o jornal de cultura Nicolau, conquistando para o tabloide quatro prêmios nacionais e um internacional. 

Autor(a) Wilson Bueno
Nº de páginas 80
ISBN 85-7321-031-1
Formato 14x19cm

Autores

WILSON BUENO

Avaliações (0 comentários)

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
   Ruim           Bom
Wilson Bueno Poesia Tankas Haikais
  • R$ 40,00
Em até 3x sem juros
Comprar
Iluminuras © 2021 - CNPJ 58.122.318/0001-25