Carrinho

Seu carrinho está vazio.

TANGO MALANDRO

OSCAR CESAROTTO

  • R$ 42,00

Gardel cantará cada dia melhor, pois o bronze é imortal. Discepolín, Piazzolla e Borges também, todos contemporâneos na eternidade. A cidade ecoa o tango nas esquinas, com o lunfardo em todas as bocas, e uma nostalgia do tempo das vacas gordas.

O tango ganhou o mundo, e nunca se perdeu de vista. Resiste, sempre vivo, como música e dança, como armação dos corpos, como assobio que não se esquece, como trágico destino da libido. Suas letras declamam graças e desgraças, num sentimento feito canção desesperada. Mas com picardia, muitas vezes, para conjurar azares.

Malena canta el tango como ninguna... Ela é bonita, argentina de raça, e sua voz tiene penas de bandoneón. Transmite, para quem escuta com atenção, aquilo que a poesia do passado tornou indelével. Passa a língua pelos lábios, e canta numa língua desconhecida, próxima do espanhol, paralela ao castelhano, própria dos habitantes das margens do Rio de la Plata.

O lunfardo é a alma do tango, e não haveria um sem o outro. Constitui um território de interlocução que identifica seus falantes. É uma gíria nascida nos bordéis e nas quebradas, nas bordas da cidade, produto dos marginados pela sociedade. Na fascinante história da Argentina no século XX, este dizer foi tomando conta da população, useira contumaz, sendo absolvido de suas origens non santas. Assim ficou inscrito, sob uma insígnia inconsciente, no ser nacional. Como con bronca y junando...

Tango malandro é um livro ousado e engraçado, um nítido raio X da subjetividade de um povo. Através da história dos seus signos, escutamos as cantadas de um imaginário heterossexual e libertário, sério demais, porém irreverente. Trata do lunfardo como laço social, para revelar sua estrutura de ato falho premeditado. Em outras palavras, e apesar de equívocos e mal-entendidos, um verdadeiro discurso bem sucedido.

 

 Oscar Angel Cesarotto – Porteño safra 1950 e paulistano por opção, aqui chegado em 1977. Psicanalista pouco ortodoxo. Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, onde é professor de Semiótica Psicanalítica no Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica.

 

Autor(a) Oscar Cesarotto
Nº de páginas 128
ISBN 85-7321-202-0
Formato 16x23cm

Autores

OSCAR CESAROTTO

Avaliações (0 comentários)

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
   Ruim           Bom

Produtos relacionados

Oscar Cesarotto Artes Plasticas
  • R$ 42,00
Em até 3x sem juros
Comprar
Iluminuras © 2021 - CNPJ 58.122.318/0001-25